Grã-Bretanha: pavimentadora de concreto SP 25 realiza trabalho especial

Na rodovia M6, em Cannock, uma SP 25 e uma ISF 25 (independent side feeder) da Wirtgen foram utilizadas para realizar uma pavimentação com concreto sob condições dificílimas.

Com 373 km de extensão, a Motorway M6 é a rodovia mais longa do Reino Unido e uma das mais movimentadas da Grã-Bretanha. A M6 liga a rodovia M1, em Rugby, a Carlisle, próximo à fronteira com a Escócia. Devido ao aumento contínuo na intensidade do tráfego nessa importante via, a Highways Agency, contratante da operação de construção planejada, decidiu converter em pista de rodagem adicional o acostamento entre as junções 10a e 13, próximo a Cannock, 25 km ao norte de de Birmingham. A principal tarefa do consórcio de Carillion, contratado pela Highways Agency, e da Extrudakerb Ltd, executora da obra, era reconstruir completamente a pista de concreto reforçada com revestimento de asfalto do acostamento, para adequar a nova pista ao revestimento vizinho, obtendo assim uma pista de concreto homogênea.

O período extremamente restrito disponível para o trabalho noturno de pavimentação na rodovia M6 era de apenas 6 horas.

O período extremamente restrito disponível para o trabalho noturno de pavimentação na rodovia M6 era de apenas 6 horas.

Circunstâncias especiais exigem máquinas especiais

Essa operação de construção é única e a primeira do tipo na Grã-Bretanha. Os trabalhos nessa via arterial particularmente sensível só são possíveis em certos períodos e sob condições espaciais extremamente limitadas. Após uma intensa fase de planejamento, o gerente de projeto Mark Gladwell optou por um planejamento de tempo e logística elaborado até o último detalhe. Durante o dia, no horário de fluxo principal, barreiras de aço temporárias separam o acostamento a ser reconstruído da pista de rodagem vizinha. À noite, quando o tráfego diminui, a pista 1 e partes da pista 2 são bloqueadas, para disponibilizar uma rota de acesso para os veículos da obra. "Um projeto com esse nível de dificuldade só pode ser realizado com uma tecnologia de máquinas extremamente refinada", diz Mark Gladwell. Para atender aos requisitos especiais da operação, foram utilizadas uma Wirtgen SP 25 e uma Wirtgen ISF 25, desenvolvida com base na SP 25. "Utilizar a ISF 25 como alimentadora lateral com correia transportadora basculante foi a única solução capaz de garantir a segurança do operador da máquina e dos trabalhadores da obra sob as condições de espaço limitado e reduzir ao máximo os efeitos negativos sobre o tráfego", continua Gladwell.

Pensando um passo à frente

Em casos de aplicação concretos de alta complexidade, a Wirtgen GmbH desenvolveu junto com o cliente soluções inovadoras para executar projetos de maneira econômica e ideal. Dois fatores têm importância extrema nesses casos. A Wirtgen combina tecnologia de máquinas sofisticada e inovadora com uma rede de assistência mundial, com empresas próprias de vendas e assistência e representantes selecionados. Para os clientes em todo o mundo, assistência ideal significa uma coisa: proximidade. Além disso, principalmente a assistência qualificada fornecida no local por profissionais qualificados é essencial em qualquer tipo de atividade de assistência.

A Wirtgen GmbH oferece a seus clientes a solução adequada para qualquer aplicação, mesmo em casos pouco convencionais e peculiares, como o projeto de obra da M6. "Somente a solução tecnológica especial sugerida pela Wirtgen tornou possível atendermos aos requisitos especiais e executar essa tarefa complexa de forma ideal", afirma Dom Egan, diretor de obras da Extrudakerb Ltd. A longa experiência em aplicações dos especialistas da Wirtgen fez a diferença. Para que tudo corresse bem desde o início, estiveram presentes na instalação do canteiro de obras e durante os primeiros dias um técnico da matriz em Windhagen e um técnico da Wirtgen Ltd., subsidiária inglesa do Wirtgen Group. Depois disso, um técnico de assistência da Wirtgen Ltd. manteve-se de prontidão para atender o cliente no local imediatamente em caso de necessidade.

Na rodovia M6 foram utilizadas uma SP 25 e uma ISF 25 da Wirtgen.

Na rodovia M6 foram utilizadas uma SP 25 e uma ISF 25 da Wirtgen.

Pavimentação com concreto sob condições especiais

O projeto total abrange 16 km de pista nova, com cerca de 3 m de largura e 300 mm de profundidade. Aproximadamente 14.000 m³ de concreto classe C50 foram fornecidos pela Lafarge Tarmac, a partir da unidade de mistura em Walsall, e trazidos just-in-time em caminhões betoneira de 8 m³ especialmente modificados. Os caminhões especiais dispõem de GPS e de um sistema automático de controle e monitoramento da consistência do concreto, para que o mesmo seja entregue com a qualidade desejada, no momento certo.

O concreto chega ao local da obra pela parte superior da barreira de aço temporária, sendo introduzido na tremonha da ISF 25 e, a partir daí, transportado por meio de duas correias sincronizadas até o molde de pavimentação da pavimentadora de concreto. Devido às condições especiais da obra descritas anteriormente, cada turno de trabalho era de apenas seis horas. Portanto, para que os trabalhos decorressem da forma mais eficiente possível, era importantíssimo maximizar a produtividade durante esse período curto. Assim, foram despejados 32 m³ de concreto por hora, ou seja, quase 200 m³ em um turno de seis horas. O trabalho foi dividido em 12 turnos consecutivos, seguidos de dois dias de folga. Todos os outros materiais – para a obra inteira, aproximadamente 300 t de reforços, 25.000 tirantes e 3.000 espigas, barras de espigas e materiais de acabamento – tiveram de ser fornecidos à noite, durante o mesmo período. Um grande desafio também do ponto de vista logístico.

A pavimentação com concreto em vias estreitas, com condições espaciais restritas, ou em pistas únicas é um trabalho ideal para o AutoPilot Field Rover, lançado em 2013.

A pavimentação com concreto em vias estreitas, com condições espaciais restritas, ou em pistas únicas é um trabalho ideal para o AutoPilot Field Rover, lançado em 2013.

SP 25 com AutoPilot Field Rover

A pavimentadora de concreto compacta SP 25 é um equipamento multifuncional para pavimentação com concreto inset de alta qualidade em vias estreitas, pistas individuais, estradas agrícolas e ciclovias. A facilidade de operar a pavimentadora de concreto, a alta velocidade de transporte e aplicação e o conceito econômico do motor são propriedades de destaque da máquina multifuncional. Em combinação com o AutoPilot Field Rover da Wirtgen, lançado no começo de 2013 e vencedor do prêmio de inovação bauma 2013, a máquina apresenta vantagens imbatíveis em termos de aplicação e economia. "A pavimentação com concreto em vias estreitas ou pistas únicas é um trabalho ideal para nosso AutoPilot Field Rover", explica Martin Datzert, especialista em vendas e aplicações para pavimentadoras de concreto da Wirtgen Windhagen Vertriebs- und Service GmbH.

Adeus ao fio de guia

O AutoPilot Field Rover da Wirtgen possibilita, pela primeira vez, a pavimentação com concreto totalmente automática sem fio de guia. Assim, as empresas de construção de rodovias podem realizar seus projetos de maneira muito mais simples, rápida e, principalmente, econômica, uma vez que é dispensada a demorada instalação dos fios de guia necessários. A pavimentação sem uso de fio de guia funciona sob condições diversas. O espectro vai do revestimento de pista de três metros de largura para ciclovias a barreiras de concreto em rodovias. Ao instalar o perfil de concreto em uma margem de faixa de rodagem já existente, o usuário pode, em poucos minutos, calcular o fio de guia virtual ideal no local. Assim, é possível pela primeira vez substituir o fio de guia convencional na prática.

Essa vantagem teve importância essencial nas obras da rodovia M6. "Outra vantagem essencial do AutoPilot Field Rover foi poder abrir mão da fixação de fios de guia, uma vez que a Highways Agency proibiu a utilização de dispositivos inseridos¬ no solo para fixação de fio de guia. Esses dispositivos podem danificar tubulações subterrâneas", explica Dom Egan, gerente de obras da Extrudakerb Ltd. "Além disso, o AutoPilot agiliza a configuração da máquina e da obra e maximiza o período disponível para o trabalho de pavimentação. Isso é um aspecto decisivo, tendo em conta os períodos curtos especificados para a M6", continua Egan.

EN FR ES PT