Tecnologias da Wirtgen no Brasil: pavimentadora de concreto SP 850 utilizada em ampliação de rodovia em Fortaleza

Para a Galvão Engenharia S.A., a pavimentadora de concreto SP 850 da Wirtgen é a opção favorita na ampliação do Anel Viário de Fortaleza, que liga Fortaleza ao porto de Pecém.

Inaugurado em 2002, o porto de de águas profundas de Pecém, a cerca de 60 km de Fortaleza, tornou-se o principal porto de exportação de produtos de fruta em contêineres refrigerados. Adicionalmente, são manuseados produtos como gás líquido, adubo e produtos de aço. Isso gera uma grande parcela de tráfego de carga pesada na via de acesso que parte de Fortaleza, capital do estado do Ceará e quinta maior cidade do Brasil, com mais de 3,3 milhões de habitantes.

Para manter o tráfego sob controle, o porto de Pecém elaborou um plano de logística que, dentre outras coisas, inclui a ampliação do Anel Viário de Fortaleza. Dessa forma, deseja-se fazer fluir novamente o tráfego através da metrópole. O governo federal disponibilizou mais de 200 milhões de reais em recursos para a realização das obras, que serão realizadas pela Galvão Engenharia S.A.

Até junho de 2015, será ampliado um trecho de 32,1 km do anel. Atualmente, a largura da via é de 11 metros. Após a conclusão dos trabalhos, cada uma das pistas terá 16,5 m, resultando numa largura total de 33 metros: três vezes superior à largura antes do início dos trabalhos.

A SP 850 constrói, de maneira econômica, pistas de concreto robustas e duráveis

A SP 850 constrói, de maneira econômica, pistas de concreto robustas e duráveis

Concreto ao invés de asfalto

Devido à sobrecarga elevada devido ao tráfego pesado, a resistência exigida do novo revestimento foi um importante critério na decisão da Galvão Engenharia S.A. de construir rodovias de concreto. Sobre o concreto é aplicada uma camada de asfalto.

"Dessa forma, a base de concreto tem uma vida útil média de 30 anos, enquanto uma camada de asfalto dura apenas 6. Por isso, os custos de manutenção para esse tipo de construção são bem menores" - explica Thiago Henrique Menezes, engenheiro bei Galvão Engenharia.

Réguas de acabamento longitudinal e transversal garantem uma superfície perfeita ao pavimentar áreas de concreto maiores. A régua de acabamento transversal é movida de um lado para o outro por um excêntrico, perpendicularmente ao sentido de deslocamento, alisando assim a superfície.

Réguas de acabamento longitudinal e transversal garantem uma superfície perfeita ao pavimentar áreas de concreto maiores. A régua de acabamento transversal é movida de um lado para o outro por um excêntrico, perpendicularmente ao sentido de deslocamento, alisando assim a superfície.

Para enfrentar os desafios do projeto, a Galvão Engenharia decidiu-se por uma pavimentadora de concreto SP 850 da Wirtgen.

"Após examinarmos diversos projetos com concreto no Brasil, chegamos à conclusão que a pavimentadora de concreto SP 850 da Wirtgen possui as melhores referências para os trabalhos necessários É uma máquina robusta, que se destaca pela precisão e pela produtividade, uma vez que a pista produzida é de alta qualidade" - completa Menezes.

Opção preferida: Wirtgen SP 850

A SP 850 é ideal para a construção de revestimentos de concreto de alta qualidade de todos os tipos. As aplicações principais são na pavimentação de vias urbanas, rodovias, pistas de decolagem e aterrissagem em aeroportos, "pistas fixas" e camadas de base com agente ligante hidráulico. A armação da máquina telescopicamente expansível em até 1,25 m permite a incorporação de moldes de pavimentação com largura de trabalho entre 2,5 e 5 m. Utilizando elementos de expansão, pode-se trabalhar com larguras de até 10 m. Naturalmente, todos os componentes do conjunto de pavimentação podem ser ajustados de acordo com a largura respectiva a ser pavimentada.

Quatro esteiras conduzíveis, com acionamento hidráulico separado, garantem excelente tração e capacidade de realização de curvas e manobras. Dentre os equipamentos disponíveis estão: caracol de espargimento, arado, insersor central de tirantes, insersor de tirantes laterais, réguas de acabamento longitudinal e transversal e interface 3D.

SP_850_Fortaleza_3 A régua de acabamento longitudinal realiza um movimento longitudinal e transversal combinado.

SP_850_Fortaleza_3 A régua de acabamento longitudinal realiza um movimento longitudinal e transversal combinado.

Assim, todo o processo de pavimentação, da distribuição uniforme do concreto ao alisamento final da superfície, é realizado sem problemas: A distribuição de concreto é feita por meio de arado ou caracol de espargimento. Durante o deslocamento para a frente, o molde de pavimentação robusto forma a cobertura de concreto. Ao mesmo tempo, até 24 vibradores elétricos curvos garantem a compactação ideal do material, através de oscilações em alta frequência. Como reforços, podem ser inseridos barras de ligação, tirantes e tirantes laterais. Um guindaste elevador com acionamento hidráulico para conjuntos de barras de ligação ou tirantes facilita o trabalho. As réguas de acabamento longitudinal e transversal garantem uma superfície perfeita.

Thiago Henrique Menezes, engenheiro na Galvão Engenharia, está satisfeito com o desempenho da SP 850: "O resultado obtido é excelente."

Thiago Henrique Menezes, engenheiro na Galvão Engenharia, está satisfeito com o desempenho da SP 850: "O resultado obtido é excelente."

EN FR ES PT