Com espuma de asfalto reciclada, obra recupera pavimento da Rodovia Ayrton Senna – São Paulo – Brasil

Com espuma de asfalto reciclada, obra recupera pavimento da Rodovia Ayrton Senna – São Paulo – Brasil

A utilização da espuma de asfalto

A Rodovia Ayrton Senna (SP-070) está passando por uma recuperação estrutural do seu pavimento entre os quilômetros 11 (São Paulo) e 46 (Trevo de Mogi das Cruzes). Essa é a primeira obra em rodovias que utiliza a técnica de espuma de asfalto reciclada em usina a frio.

“Sem dúvida essa obra será o divisor de águas nas obras rodoviárias do Brasil, vencendo a inércia e superando a resistência da utilização da espuma de asfalto em obras de grande volume de tráfego”, detalha Valmir Bonfim, Diretor Técnico da FREMIX, empreiteira responsável pela obra. A técnica foi aplicada em um trecho experimental da via, em outubro de 2011, que continua íntegro. A conclusão da obra é em novembro deste ano.

A escolha da vibroacabadora certa

Oito equipamentos do Grupo Wirtgen estão trabalhando na obra e o destaque fica por conta da vibroacabadora Vögele 1800 Spray Jet, único modelo de vibroacabadora capaz de atuar em obras que utilizam este tipo de técnica. Ela realiza a distribuição das camadas de asfalto reciclado (RAP) espumado e da mistura Gap Graded. Entre as principais características da vibroacabadora compacta estão as diversas possibilidades de aplicações que ela oferece.

Os equipamentos utilizados

A britagem do material fresado (RAP) está sendo realizada com o britador Kleemann MR 110 Z EVO. A fresagem do pavimento está sendo realizada por duas fresadoras de grande porte da Wirtgen nos modelos W1900 e W200. Já a reciclagem deste material retirado da via está sendo feita por uma usina misturadora móvel para reciclagem a frio Wirtgen KMA 220. Há ainda a participação de três rolos Hamm: o modelo 3414 trabalha na compactação das camadas de RAP espumado e dois rolos nos modelos HD-90 atuam na aplicação da camada.

O diretor técnico da FREMIX explica que a escolha por equipamentos do Grupo Wirtgen foi feita por serem de qualidade e confiáveis. “Numa obra desta magnitude, onde é necessário finalizar a recuperação de uma determinada área no mesmo dia, não é permitido arriscar. Por este motivo optamos por equipamen- tos confiáveis e de preferência novos”, explica Valmir Bonfim.

Qualidade da obra

O processo realizado no local tem início com a remoção da camada de revestimento e de toda a camada cimentada que está deteriorada. “Esta é a grande vantagem da reciclagem em usina: é possível analisar o pavimento remanescente, optar pela fresagem mais profunda, realizar medidas de deflexão, executar reforço do sub-leito etc. Nesta obra, por exemplo, foram executadas algumas intervenções localizadas, como camada de rachão e reforço na drenagem, visando prolongar ainda mais a vida útil do pavimento”, finaliza Bonfim.

EN FR ES PT